Educação Física

Unidade: Brasília
Modalidade: Bacharelado
integralização: A carga horária do curso (3.200 horas) será integralizada no mínimo 08 períodos (04 anos) e no máximo em 16 períodos (08 anos).
Portaria: Autorizado pela Portaria nº 867 de 11/08/2017 e publicado no DOU 14/08/2017.

R$

690,00 *

48 parcelas

Valor sem desconto R$ 766,67

*Para pagamento pontual até o dia 10 de cada mês. Valores válidos para novos alunos.

 

No momento atual em que vivemos levando em conta a globalização e o avanço tecnológico, sabemos que todo o profissional que esteja atuando em qualquer área necessita de constante aperfeiçoamento.  Para a Faculdade Ideal o ensino atende aos princípios de economicidade e praticidade, uma vez alcança uma imensa parcela da população a custo operacional bem mais baixo quando comparada à educação presencial. Somam-se a isso, a velocidade das informações, a interação aluno/aluno e aluno/professor e a liberdade e autonomia tão valorizadas no atual contexto do mundo do trabalho. As IES atenta a todas essas transformações e às crescentes exigências do mercado, não poderia deixar de participar do processo de inserção por meio do ensino em Planaltina.

Crescer dentro do mercado de trabalho exige além de esforço e habilidade, conhecimento teórico e prático que é construído à medida que as competências imprescindíveis para o profissional de uma área sejam alcançadas na sua forma plena e qualitativa.

Hoje, torna-se imperativo enfrentar, com urgência, a questão educacional com a finalidade de melhorar o desempenho dos trabalhadores. A qualificação profissional enfrenta o desafio de preparar de forma continuada os trabalhadores para que eles possam responder às novas necessidades e exigências tecnológicas. A educação, à qual todo ser humano tem direito, é um dos pilares da sociedade abrangendo princípios educacionais iguais tanto na modalidade presencial como a distância.

A educação superior no Brasil vem passando nos últimos anos por profundas mudanças advindas das conjunturas internas e externas à instituição. Essas mudanças exigem agilidade e capacidade de adaptar-se para responder às contingências geradas pelo ambiente dinâmico, resultante das transformações provocadas pela evolução e mudança de concepções nos âmbitos da ciência, da tecnologia e da economia, que estão afetando nosso cotidiano e as relações de trabalho.

A opção pela oferta do curso de Licenciatura em Educação Física atende aos interesses e demandas da cidade de Planaltina-DF se deu a partir de estudos e levantamentos que apontaram a valorização e a demanda específica desta graduação. A Educação Física é uma disciplina muito importante no currículo escolar, muitas pessoas acham que não passam de um momento de lazer e descontração, deveríamos acabar com este paradigma, pois, esta disciplina é responsável para o desenvolvimento motor e cognitivo, das crianças, ajudando a prevenir o sedentarismo e consequentemente prevenindo doenças como: obesidades, diabetes, problemas cardíacos, etc.

A aula de Educação Física nas escolas são diferentes do simples “brincar” em casa, pois, nas aulas elas são instruídas pelos professores, pois, são eles que delimitam que as crianças trabalhem coordenação motora, equilíbrio, flexibilidade, agilidade e conhecimento sobre o corpo. Concomitantemente a isso se observou que o crescimento econômico destas cidades originaria a necessidade de profissionais com competência para gerenciar os mais diversos tipos de organizações públicas e privadas, tanto de ensino quanto de consultorias e projetos.

Nesse contexto, a Faculdade Ideal percebe a importância do curso para a comunidade local e regional e, diante disso, está comprometida com a valorização do desenvolvimento humano, científico e tecnológico, além do desenvolvimento integral do aluno, capaz de dar conta das novas condições emergentes, e, ainda, contribuir efetivamente no desenvolvimento harmônico da região que está inserida.

O mercado de trabalho para quem deseja seguir essa carreira é bem amplo, onde o profissional pode atuar como professor  ou coordenar atividades físicas em:

– Academias.
– Acampamentos.
– Clubes e centros esportivos.
– Clínicas e hospitais.
– Escolas.
– Instituições que atendem públicos específicos, como gestantes, idosos, portadores de necessidades especiais, cardiopatas, entre outros.
– Laboratórios de aptidão física.
– Secretarias de Esporte.
– Circo-escola.
– ONGs e instituições que executam projetos comunitários e de educação e saúde.
– Hotéis.
– Condomínios.
– Estúdios de atividades físicas específicas

Por ter esse mercado tão diferenciado, os salários também não seguem um padrão. Porém, vale lembrar que os profissionais que estão localizados em grandes centros, ou mesmo que atuam em um nicho de mercado mais específico tem, em média, uma remuneração maior. Para os profissionais empreendedores, há sempre possibilidade de criar o próprio negócio seja este voltado diretamente a prestação de serviços ligados a educação física, ou relacionado a comercialização de alimentos e suplementos alimentares.

Preparar profissionais pluralistas de formação abrangente com forte embasamento humanístico e aprofundamento técnico que lhes permitam atuar de maneira coerente e competente no campo da docência em espaços formais de ensino favorecendo assim, a adoção de um estilo de vida fisicamente ativo e saudável, bem como desenvolver a capacidade investigativa que levem a novas descobertas refletidas numa prática reflexiva e crítica, pautada pela conduta moral e ética. São ainda objetivos gerais:

  • Oportunizar uma formação crítica no trato com os conhecimentos inerentes à Cultura Corporal de Movimento do Homem e da Mulher, estabelecidos a partir de uma prática pedagógica que leve em conta a relação entre as disciplinas, a relação entre teoria e prática e a relação entre ensino, pesquisa e extensão.
  • Proporcionar a apreensão dos saberes no campo da Educação Física para que implementação, desenvolvimento e avaliação de políticas, programas e pesquisas;
  • Possibilitar aprofundamentos nos conhecimentos da Educação Física, para posterior formação continuada, especialmente em estudos de pós-graduação;
  • Criar condições para que o corpo discente possa se inserir num contexto social mais amplo, conhecendo suas verdadeiras necessidades e possibilidades, capacitando-se para discutir e propor transformações nos campos de trabalho da Educação Física ali inserido;
  • Estabelecer mecanismos que possibilitam o domínio de instrumentos, técnicas e métodos, de expressiva importância para que o licenciado em Educação Física possa desenvolver suas competências; e
  • Aplicar e valorizar metodologias que identifiquem, respeitem e valorizem a diversidade cultural no processo educacional, na perspectiva de uma aprendizagem crítica e reflexiva, capaz de intervir em favor de um projeto educativo, criativo e emancipador.

O curso de Bacharelado em Educação Física da Faculdade Ideal busca assegurar uma formação acadêmico-profissional generalista, humanista e crítica, qualificadora de uma intervenção fundamentada no rigor científico, na reflexão filosófica e na conduta ética.

O bacharel em Educação Física deverá estar qualificado para analisar criticamente a realidade social, para nela intervir acadêmica e profissionalmente por meio das manifestações e expressões culturais do movimento humano, tematizadas nas diferentes formas e modalidades de exercícios físicos, da ginástica, do jogo, do esporte, da luta/arte marcial, da dança, visando a formação, a ampliação e o enriquecimento cultural das pessoas para aumentar as possibilidades de adoção de um estilo de vida fisicamente ativo e saudável.

A finalidade é possibilitar que as pessoas, independentemente de idade, de condições socioeconômicas, de condições físicas e mentais, de gênero, de etnia, de crença, tenham conhecimento e a possibilidade de acesso à prática das diferentes expressões e manifestações culturais do movimento humano, compreendidas, reafirmando já o que foi dito anteriormente, como direito inalienável de todo(a) cidadão(ã) e como importante patrimônio histórico da humanidade e do processo de construção da individualidade humana.

As diretrizes curriculares e os projetos pedagógicos devem orientar os currículos dos cursos de graduação mantidos pela Faculdade Ideal para um perfil acadêmico e profissional descrito para os egressos. Esses currículos deverão contribuir, também, para a compreensão, interpretação, preservação, reforço, fomento e difusão das culturas regionais e nacionais, internacionais e históricas, em um contexto de pluralismo e diversidade cultural.

O perfil desejado para o egresso dos cursos mantidos pela Faculdade Ideal, supõe formação em conteúdos profissionais essenciais e profissionais específicos, mas também espera uma formação humanista, crítica e reflexiva, que o torne apto a compreender e traduzir as necessidades de indivíduos, grupos sociais e comunidades, com relação às atividades inerentes ao exercício profissional, no âmbito de seus campos específicos de atuação.

O egresso deve ter conhecimento dos fatos sociais, culturais e políticos e da economia. Ainda, deve ter capacidade de raciocínio lógico, de observação, de interpretação e de análise de dados e informações, bem como dos conhecimentos essenciais para identificação e resolução de problemas. Assim, o perfil idealizado para o aluno egresso do curso de Educação Física – Bacharelado da Faculdade Ideal é de um profissional com formação generalista, humanista e crítica, cuja intervenção fundamenta-se na competência técnico- profissional com base no rigor científico, na reflexão filosófica e na conduta eticamente responsável.

Deve estar qualificado para analisar a realidade social, para nela intervir acadêmica e profissionalmente, por meio das diferentes manifestações e expressões do movimento humano, visando à formação, a ampliação e o enriquecimento cultural das pessoas, oportunizando a promoção da saúde da qualidade de vida destas.

O Egresso de Bacharelado em Educação Física da Faculdade Ideal deverá atuar no planejamento, prescrição, supervisão e coordenação de projetos e programas de atividades físicas, recreativas e esportivas. Em sua atividade, avaliar as manifestações e expressões do movimento humano, tais como: exercício físico, ginástica, jogo, esporte, luta, artes marciais e dança. Pesquisar, analisar e avaliar campos da prevenção, promoção e da saúde, da formação cultural, da educação e reeducação motora e do rendimento físico-esportivo. Planejar e gerenciar atividades de lazer e de empreendimentos relacionados às atividades físicas, recreativas e esportivas. Em sua atividade gerenciar o trabalho e os recursos materiais de modo compatível com as políticas públicas de saúde, primando pelos princípios éticos e de segurança.

1.4.1. Competências Esperadas do Egresso

Tendo como referência os objetivos acima elencados, pretende-se possibilitar aos acadêmicos da Graduação em Educação Física – Bacharelado o desenvolvimento das seguintes competências:

1.4.1.1. Competências Gerais

Os profissionais formados na Faculdade Ideal, dentro de seu âmbito profissional, devem realizar seus serviços dentro do mais alto padrão de qualidade, devendo para tal utilizar condutas adequadas e princípios éticos. Devem ainda estar aptos a assumir posições de liderança e serem capazes de se comunicar da forma verbal, não-verbal, e deter habilidades de escrita e leitura, além de domínio de tecnologias de informação. Adicionalmente, estar consciente que para o exercício profissional devem ser capazes de aprender continuamente, tanto na sua formação, quanto na sua prática.

1.4.1.2. Competências e Habilidades Específicas

Na elaboração deste Projeto, existe constante preocupação no sentido de estruturar uma formação que viabilizasse a aquisição de uma série de competências e habilidades pelos acadêmicos, futuros profissionais de Educação Física, sob o enfoque de que este deve dominar os conhecimentos científicos e conceitos básicos indispensáveis para que possa desempenhar com qualidade, competência, responsabilidade e ética todas as funções que sua profissão venha a exigir. Para que o profissional seja formado com este perfil, é necessário que ele adquira competências e habilidades que abranjam as dimensões político- sociais, ético-moral, técnico-profissional e científica, considerando que a intervenção do profissional pressupõe a mediação com seres humanos historicamente situados.

Além dos conhecimentos específicos para sua atuação acadêmico-profissional, tem que apropriar-se de uma condição de autonomia que lhe permita não só identificar, mas também racionalizar e equacionar as situações que viverá no seu cotidiano. Fica então evidente que essas competências não podem ser adquiridas apenas no plano teórico, mas a partir de experiências de interação teórico- prática, quando a sistematização teórica é articulada com situações de intervenção acadêmico-profissional.

A formação do profissional em Educação Física deverá ser planejada, desenvolvida e avaliada visando a aquisição e o aperfeiçoamento das seguintes competências e habilidades. Desta maneira, o Curso de Bacharelado em Educação Física da Faculdade Ideal objetiva preparar o profissional da Educação Física para:

  • A identidade acadêmico-profissional em Educação Física deve, necessariamente, partir da compreensão de competências e de habilidades que abranjam as dimensões político-social, ético-moral, técnico-profissional e científica, considerando que a intervenção do profissional pressupõe a mediação com seres humanos historicamente situados.
  • A configuração de competências e habilidades deve ser a concepção nuclear na orientação dos projetos pedagógicos de formação inicial do graduado em Educação Física. Além de dominar os conhecimentos que fundamentam e orientam sua intervenção acadêmico-profissional, é imperioso que saiba mobilizar esses conhecimentos, transformando-os em ação.
  • O graduado em Educação Física, além do domínio dos conhecimentos específicos para sua intervenção acadêmico-profissional deve, necessariamente, compreender as questões e as situações-problema envolvidas no seu trabalho, identificando-as e resolvendo as.
  • Precisa demonstrar autonomia para tomar decisões, bem como responsabilizar-se pelas opções feitas e pelos efeitos da sua intervenção acadêmico-profissional. Precisa também avaliar criticamente sua própria atuação e o contexto em que atua, bem como interagir cooperativamente tanto com a comunidade acadêmico-profissional, quanto com a sociedade em geral.
  • A aquisição das competências e das habilidades requeridas na formação do graduado em Educação Física deverá ocorrer a partir de experiências de interação teoria prática, em que toda a sistematização teórica deve ser articulada com as situações de intervenção acadêmico-profissional e que estas sejam balizadas por posicionamentos reflexivos que tenham consistência e coerência conceitual.

As competências não podem ser adquiridas apenas no plano teórico, nem no estritamente instrumental. É imprescindível, portanto, que haja coerência entre a formação oferecida, as exigências práticas esperadas do futuro profissional e as necessidades de formação, de ampliação e de enriquecimento cultural das pessoas. Sendo assim, a visão de competência deve ser compreendida além da dimensões do fazer, do saber fazer ou do saber intervir.

O pressuposto dessas diretrizes identifica-se com uma concepção de currículo compreendido como processo de formação da competência humana histórica. Sendo assim, competência é, sobretudo, a condição de refazer permanentemente nossa relação com a sociedade e a natureza, usando como instrumento o conhecimento inovador de perspectiva emancipadora.

Portanto, a formação do graduado em Educação Física deverá ser concebida, planejada, operacionalizada e avaliada visando a aquisição e o desenvolvimento das seguintes competências e habilidades específicas:

  • Dominar os conhecimentos conceituais, procedimentais e atitudinais específicos da Educação Física e aqueles advindos das ciências afins, orientados por valores sociais, morais, éticos e estéticos próprios de uma sociedade plural e democrática.
  • Pesquisar, conhecer, compreender, analisar e avaliar a realidade social para nela intervir acadêmica e profissionalmente, por meio das manifestações e expressões do movimento humano, com foco nas diferentes formas e modalidades do exercício físico, da ginástica, do jogo, do esporte, da luta/arte marcial, da dança, visando à formação, a ampliação e o enriquecimento cultural da sociedade, para aumentar as possibilidades de adoção de um estilo de vida fisicamente ativo e saudável.
  • Intervir acadêmica e profissionalmente de forma deliberada, adequada e eticamente balizada nos campos da prevenção de problemas de agravo da saúde; promoção da saúde, da formação cultural, da educação e da reeducação motora, do rendimento físico-esportivo, do lazer, da gestão de empreendimentos relacionados às atividades físicas, recreativas e esportivas, além de outros campos que oportunizem ou venham a oportunizar a prática de atividades físicas, recreativas e esportivas.
  • Participar, assessorar, coordenar, liderar e gerenciar equipes multiprofissionais de discussão, de definição e de operacionalização de políticas públicas e institucionais nos campos da saúde, do lazer, do esporte, da educação, da segurança, do urbanismo, do ambiente, da cultura, do trabalho, dentre outros.
  • Diagnosticar os interesses, as expectativas e as necessidades das pessoas (crianças, jovens, adultos, idosos, pessoas portadoras de deficiências, de grupos e comunidades especiais) de modo a planejar, prescrever, ensinar, orientar, assessorar, supervisionar, controlar e avaliar projetos e programas de atividades físicas, recreativas e esportivas nas perspectivas da prevenção, da promoção, da proteção e da reabilitação da saúde, da formação cultural, da educação e da reeducação motora, do rendimento físico-esportivo, do lazer e de outros campos que oportunizem ou venham a oportunizar a prática de atividades físicas, recreativas e esportivas.
  • Conhecer, dominar, produzir, selecionar, e avaliar os efeitos da aplicação de diferentes técnicas, instrumentos, equipamentos, procedimentos e metodologias para a produção e a intervenção acadêmico-profissional em Educação Física nos campos da prevenção, promoção, proteção e reabilitação da saúde, da formação cultural, da educação e reeducação motora, do rendimento físico-esportivo, do lazer, da gestão de empreendimentos relacionados às atividades físicas, recreativas e esportivas, além de outros campos que oportunizem ou venham a oportunizar a prática de atividades físicas, recreativas e esportivas.
  • Acompanhar as transformações acadêmico-científicas da Educação Física e de áreas afins, mediante a análise crítica da literatura especializada, com o propósito de contínua atualização e produção acadêmico-profissional.
  • Utilizar recursos da tecnologia da informação e da comunicação, de forma a ampliar e diversificar as formas de interagir com as fontes de produção e de difusão de conhecimentos específicos da Educação Física e de áreas afins, com o propósito de contínua atualização e produção acadêmico-profissional.

Concluintes do Ensino Médio ou EJA e demais interessados.

Prof. Dr. Rafael André de Araújo

Contato
E-mail: coord.ef@unideal.edu.br 
Telefone: (61) 3388-0809      Ramal: 214

Mine Currículo:

Doutor em Administração de Empresas pelo World Ecumenical University (2015). Doutor em Ciências da Educação pela Universidade Leonardo da Vinci (2014). Possui Licenciatura Plena em Educação Física pela Universidade Católica de Brasília – UCB (2008). Graduado em Administração pela Facime (2013). Especialista em Gestão Universitária (2013). Especialização em Gestão e Administração Escolar (2014). Especialista em Musculação e Treinamento de Força e em Fisiologia do Exercício e Cinesiologia (2012). Atualmente atua com como Diretor Presidente do Grupo Educacional Ideal. Diretor Geral na Faculdade Ideal de Alto Horizonte – Unideal, Faculdade das Águas Emendadas – FAE e na Faculdade de Ciências Humanas e da Saúde – SESPA. Coordenador do Curso de Educação Física da Faculdade de Ciências Humanas e da Saúde – SESPA. Professor/Tutor do Curso EaD de Educação Física da UnB (2009-2010). Professor do curso de Educação Física da Faculdade Santa Terezinha/Anhanguera (2010-2011). Professor do Curso de Educação Física da Faculdade Albert Einstein (2009-2011). Coordenador do Projeto Soldado Cidadão (2004-2008). Árbitro Central da Federação Brasiliense de Futebol e Aspirante a Confederação Brasileira de Futebol – CBF (2009-2010). Integrante do Grupo de Estudos em Fisiologia do Exercício e Imunogenêtica (GEFIGE). Na área de Educação Física com ênfase em Avaliação Física, Fisiologia, Bioquímica, Métodos e Técnicas de Pesquisa Científicas, Orientação de Trabalho de Conclusão de Curso, Esportes (coletivos e individuais), Epidemiologia e Estatística, atuando nos seguintes temas: humanos, ratos e recuperação nutricional. Avaliador do INEP/MEC. Tem experiência na área de Gestão Universitária atuando nas áreas de Administração Universitária, Direção Geral e Acadêmica, Coordenação de Curso e Programas de Graduação, Pós-graduação, Formação Pedagógica e Extensão, atuando na confecção de PDI, PPI, PPC, Regimento Interno, Regulamentos, Plano de Carreira e outros em processos de credenciamento, recredenciamento e nos processos de autorização, reconhecimento e renovação de reconhecimento de Cursos.

Link Lattes: http://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.do?id=K4236155P9 


Ano: Descrição: Anexo:
2018 Matriz Curricular do Curso de Bacharelado em Educação Física Arquivo para download
Arquivo para download

Anatomia

Fisiologia

Medidas e Avaliação

Informatica

Estereogoniometria

Praticas Esportivas

 

 

Autorizado pela Portaria nº 867 de 11/08/2017 e publicado no DOU 14/08/2017.


Descrição: Anexo:
Arquivo para download

Uma das prioridades da Faculdade Ideal é a integração da pessoa com deficiência, desde limitação física, intelectual ou dificuldades de aprendizagem. Preocupa-se em proporcionar acessibilidade às pessoas com mobilidade reduzida (permanente ou temporária) e à pessoa com deficiência, que apresente completo ou parcial comprometimento de suas capacidades motoras, visuais, auditivas ou quaisquer outras que necessitem de auxílio na busca por condições igualitárias, bem como aos portadores do Transtorno do Espectro Autista (TEA).

A Instituição se compromete em prover infraestrutura para proporcionar sala de apoio especial para os alunos com deficiência visual e auditiva, desde o seu ingresso até a conclusão do curso, mediante solicitação encaminhada pela pessoa portadora de necessidades especiais temporárias ou permanentes. As instalações da faculdade foram projetadas em conformidade com a Lei de Acessibilidade, Decreto nº 5.296 de 2 de dezembro de 2004 e compreende:

  • Acesso aos espaços de uso coletivo; reserva de vagas no estacionamento da Instituição;
  • Rampa e elevador propiciando circulação de cadeira de rodas; portas e banheiros com espaços adequados ao acesso de cadeira de rodas; Barras de apoio nas paredes dos banheiros, lavabos, bebedouros etc.

Quanto ao portador de deficiência visual, se houver necessidade a IES equipará com máquina de datilografia braile, impressora braile acoplada ao computador, sistema de síntese de voz, gravador e fotocopiadora que amplie textos, software de ampliação de tela, equipamento para ampliação de texto para atendimento a aluno com visão subnormal, lupas, réguas de leitura, scanner acoplado ao computador. Fazendo-se necessário, será também adquirido gradual acervo bibliográfico em braile e de fitas sonoras para uso didático.

Para os portadores de deficiência auditiva, caso a instituição tenha aluno portador desta deficiência, providenciará, se necessário, intérprete de língua de sinais/língua portuguesa, principalmente em época de provas. Será flexível na correção das provas escritas, valorizando o conteúdo semântico e estimulando o aprendizado da língua portuguesa na modalidade escrita, para uso de vocabulário pertinente às disciplinas do curso em que o aluno estiver matriculado.

O apoio psicopedagógico será uma oferta constante para o aluno que dele necessitar e será realizado pelo Núcleo de Apoio Psicopedagógico – NAP que busca assistir aos discentes, no sentido de superar dúvidas e ansiedades, com ações de integração do aluno à vida acadêmica, de favorecer o desenvolvimento pessoal, social e cultural, essenciais à formação de futuros profissionais, além de possibilitar uma participação efetiva na melhoria da qualidade da aprendizagem. Vale ressaltar que o NAP também prestará assistência aos docentes e Corpo técnico-administrativo. São Funções do NAP:

  • Oferecer suporte a docentes e discentes, para um melhor aproveitamento no processo ensino aprendizagem;
  • Sensibilizar discentes, docentes e corpo técnico a participar de atividades desenvolvidas pela CPA e pela NAP, considerando a importâncias destes agentes para o processo de aprendizagem; Mediar situações que envolvam o relacionamento do discentes com os demais profissionais da Instituição;
  • Incluir os alunos com necessidades educacionais especiais através de ações específicas;
  • Manter articulação com a Comissão Própria de Avaliação (CPA), responsável, colaborando na sensibilização dos discentes, docentes e corpo administrativo para participação no processo de auto avaliação institucional, utilizando seus resultados como parâmetro para o trabalho de apoio psicopedagógico;
  • Criar espaço de escuta;
  • Observar, entrevistar e fazer devolutiva;
  • Agir com ética, transparência e imparcialidade, preservando a identidade dos discentes e docentes e corpo administrativo;
  • Manter em sigilo informações recebidas durante os atendimentos, assim como deixar em ordem o sistema de registro, comunicação e encaminhamentos.

TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO

O Trabalho de Conclusão de Curso – TCC – é uma atividade obrigatória, definida nas Diretrizes Curriculares do Curso e tem por objetivo iniciar o aluno na pesquisa e na sistematização do pensamento sob a forma de trabalho científico. É componente curricular e está dividido em duas Disciplinas: TCC I e TCC II, ofertados no 7º e 8º semestres respectivamente, com carga horária total de 240 horas. O TCC dispõe de Regulamento Próprio definido pelo NDE e aprovado pelo CONSAD.

O aluno será orientado durante o curso a desenvolver o TCC não apenas como um trabalho que permitirá que seja aprovado, mas sim como um trabalho que mostrará todo o seu conhecimento, sua capacidade exploratória e de pesquisador assim como de um profissional capaz de elaborar e desenvolver um projeto.

Será designado um professor orientador que deverá possuir experiência/formação adequados ao eixo de formação escolhido pelo aluno, que deverá apresentar um trabalho direcionado à área de atuação do Curso Superior.

A prática do Estágio Supervisionado, muito mais do que o cumprimento de um requisito legal, constitui-se num espaço privilegiado de aprendizado para o discente em contato com a realidade. A introdução do estudante na realidade interinstitucional, em que terá possibilidade de aplicar as aprendizagens adquiridas durante sua formação e socializar sua experiência com seus pares em reflexão conjunta com os professores orientadores, será fundamental para a inserção no mercado de trabalho. Esta experiência, inevitavelmente, fará com que reflita com mais profundidade sobre o Curso e a carreira de profissional da formação. Considerando esses pressupostos o Estagio Curricular Supervisionado do curso de Educação Física acontecerá no decorrer do curso para algumas disciplinas e nos 7º e 8º semestres, com a seguinte configuração:

Além do Regulamento de Estágio Supervisionado, existem também documentos de natureza didático-pedagógica que orientarão o estudante em sua prática, em todas as etapas do curso, no contexto institucional e comunitário, no planejamento de estágio e na preparação das atividades, a sistematização de relatórios, até a apresentação do relatório final. Os estudantes deverão cumprir atividades de Estágio Curricular Supervisionado com uma carga horária mínima de 400 (quatrocentos horas), conforme prevê a legislação.

Assim, o Estágio do Curso de Bacharelado em Educação Física está estruturado a partir de uma dinâmica de inserção na realidade social e laboral própria do curso contribuindo na formação profissional, tendo como objetivo geral proporcionar a vivência de situações práticas relacionadas à área. Este possibilita ao acadêmico a compreensão do seu papel social junto à comunidade, interagindo com ela por meio da experimentação dos conhecimentos teórico-práticos construídos durante o Curso, oportunizando reflexões, análise e interpretação de dados, fatos, situações e diálogo com os diferentes autores e teorias estudados.

O Estágio do curso de Educação Física será coordenado pelo Núcleo de Prática, Pesquisa e Extensão – NUPPE, sendo de sua competência:

  • organizar, coordenar e supervisionar as atividades de estágio;
  • orientar e assessorar os estagiários fornecendo-lhes, sempre que necessário, subsídios para a formulação de programas e relatórios individuais;
  • dar conhecimento, periodicamente, à Coordenação de Curso quanto ao desenvolvimento das atividades de estágio e apresentar semestralmente, relatório geral das atividades;
  • manter devidamente arquivados todos os documentos referentes às atividades de estágio e zelar pela sua guarda;
  • fixar os cronogramas e os prazos das atividades de Estágio;
  • baixar normas e orientações aos estagiários ouvido o Coordenador de Curso e observadas as disposições legais e regimentais; e
  • exercer quaisquer outras atribuições que lhe forem conferidas por Lei, e pelo Regimento Interno.

O NUPPE proporá, por regulamento próprio, a forma, o desenvolvimento e a avaliação das atividades de Estágio, aprovado pela Coordenação de curso e pelo NDE.

REGULAMENTO DO NÚCLEO DE PRÁTICA, PESQUISA E EXTENSÃO – NUPPE

ÂMBITO E FINALIDADE

O Núcleo de Prática, Pesquisa e Extensão consiste num órgão de apoio didático-pedagógico e tem a finalidade de organizar, acompanhar e colaborar com a execução das atividades de estágios supervisionado e extracurricular a serem realizadas pelos alunos dos cursos de graduação da Faculdade Ideal.

OBJETIVOS DO NUPPE

I – Gerenciar em consonância com as Coordenações de Curso, todo o processo de desenvolvimento de práticas; estágios supervisionados ou extracurricular ou não, dos cursos de graduação;

II – Integrar os cursos de graduação com a comunidade, com vistas à melhoria da qualificação profissional;

III – – Atender o aluno em fase de estágio, para orientar o acadêmico sobre a estruturação e fundamentação legal do Estágio Supervisionado Curricular e Extracurricular;

IV – Prover a infraestrutura necessária para o atendimento aos alunos em fase de estágio supervisionado;

V – Estabelecer intercâmbio entre os cursos de graduação e todas as empresas, organizações, instituições que, de certa forma, propiciem estágios aos alunos de graduação;

VI – Familiarizar os estudantes dos cursos de graduação com o mercado de trabalho e mantê-lo informado sobre as oportunidades profissionais disponíveis;

VII – Organizar e manter atualizado um cadastro automatizado referente às oportunidades de estágios para os cursos de graduação;

VIII – Efetivar metodologia de organização e acompanhamento do estágio, incluindo atividades de supervisão, visita e avaliação de estágio.

IX – Protocolar todos os documentos entregues ao NUPPE;

X – Checar condições dos acadêmicos nas entidades que realizam estágio;

ORGANIZAÇÃO DO NUPPE

O NUPPE será constituído da seguinte estrutura administrativa e deliberativa:

I- Coordenação do NUPPE;

II- Coordenação do Estágio Supervisionado;

III- Orientador de Estágio Supervisionado;

IV- Supervisor de Estágio;

V- Discentes Estagiários.

ATRIBUIÇÃO DA COORDENAÇÃO DO NUPPE

Compete ao Coordenador do NUPPE:

I – Elaborar relatórios periódicos sobre as atividades do Núcleo;

II – Divulgar as oportunidades de estágios disponíveis;

III – Elaborar e atualizar o Manual de Estágio Supervisionado (normas gerais, direitos e deveres do estagiário e dinâmica de encaminhamento às instituições);

IV – Divulgar para as empresas, organizações e instituições a condição e disponibilidade dos discentes para a realização de estágios, sempre em consonância coma coordenação de curso, realizando desta forma a divulgação do curso junto à comunidade em que a Faculdade esta inserida;

V – Colaborar na ação de firmar convênios ou outras cooperações para proporcionar, reciprocamente estágios nas diversas áreas;

VI – Representar, na área de interesse, da faculdade junto a Empresas, públicas e privadas, órgãos Públicos e Institutos de Pesquisa com os quais a faculdade mantem convênios de estágio.

 

 
 
 


REDES SOCIAIS

   


Nossas Unidades


Unidade Planaltina-DF
Departamento de Controle Acadêmico - DCA
(61) 3388-0809
(61) 99861-8800
atendimento@unideal.edu.br
Av. Independência – SCC Quadra 01
Bloco C - Edifício Plaza
Planaltina-DF, CEP:73310-303

Unidade Alto Horizonte - GO
Departamento de Controle Acadêmico - DCA
(62) 3383-3006
(62) 98221-3099
atendimento@unideal.edu.br
Avenida Osmar Rosa da Silva,
esq. c/ Rua Belém, Setor Sul
Alto Horizonte-GO, CEP: 76560-000

Faculdade Ideal – Unideal | Ideal é ter você!
2018 - Todos os direitos reservados.
Voltar ao topo