Engenharia de Produção

Unidade: Alto Horizonte
Modalidade: Bacharelado
integralização: A carga horária do curso (3.620 horas) será integralizada no mínimo 10 períodos (05 anos) e no máximo em 20 períodos (10 anos).
Portaria: Autorizado pela Portaria nº 353 de 05/08/2016 e publicado no D.O.U de 06/08/2016.

R$

711,00 *

60 parcelas

Valor sem desconto R$ 790,00

*Para pagamento pontual até o dia 10 de cada mês. Valores válidos para novos alunos.

 

Apresentação do Curso

O marco histórico da necessidade de construir metodologias, objetivos e metas de ensino focado na área de construção voltado ao aspecto humano-máquina foi a revolução industrial. Tal necessidade vinha dos processos mecanizados, que propiciavam uma maior produção, e consequentemente maior acúmulo de capital. Porém, a base das mudanças vinha basicamente na organização das metodologias dos processos: o trabalho, o pensamento e a produção.

Havia então a necessidade de organizar todos os novos processos produtivos, afim de promover a otimização dos recursos disponíveis, ter a garantia de qualidade, e diminuir ao máximo o refugo. Esta foi a base para a ascensão da Engenharia de Produção. É fato que o processo de amadurecimento da profissão, a criação do curso de engenharia de produção e as especializações na área são características novas. A popularização da profissão teve maior marco durante o início deste século. É interessante destacar o grande vínculo que a engenharia de produção possui juntamente com a temática da produção com a qualidade (TQC – Total Quality Control). Tais metas voltadas a produtividade, qualidade e otimização dos processos visando o mínimo de perda com matéria-prima é amplamente utilizado.

Nos primórdios da engenharia de produção a mesma possuía um foco voltado a engenharia industrial, e era este o nome utilizado em seu processo de aprendizagem. Possui grande marco com a produção em massa (linha de produção) com Henry Ford. Posteriormente o modelo de produção de Henry Ford foi otimizado afim de se adequar aos diversos setores, pois cada linha de produção possuía um nicho diferenciado e uma necessidade distinta. Um segundo marco importante durante a engenharia de produção foi o trabalho de Taichii Ohno que na época era funcionário da Toyota e propôs o modelo de produção enxuta. Este segundo marco concebeu grande destaque para a Engenharia de Produção.

A principal meta destacável do engenheiro de produção é a gestão industrial, voltada ao controle da qualidade total. Porém, não é a única competência primordial deste profissional, tampouco a mais exigente. A seguir, alguns objetivos primários deste profissional:

  • Gestão do Trabalho: gerenciamento, implantação e adequação de novas tecnologias com a necessidade dos processos do empreendimento.
  • Projetos: direcionado ao desenvolvimento de software amigável (ergonômico/eficiente), otimização de processos de produção (redução de tempo nominal, qualidade e redução de refugo), gestão de inovação (proposta de novos projetos aliados a tecnologia disponível), etc.
  • Produção: foco em estratégias de produção voltadas a necessidade do empreendimento e focadas no nicho de mercado. Organização da metodologia da produção, com controle de fluxo, otimização do estoque, melhorias com logística e distribuição, racionalização do processo produtivo, etc.
  • Controle de Qualidade: foco no controle da qualidade, com sistemas 6 sigma voltados ao controle da qualidade total (TQC – Total Quality Control), visando a satisfação do cliente com o produto.

A justificativa e a relevância deste projeto estão relacionadas à necessidade de capacitar profissionais que desenvolvam uma visão integrada e sistêmica de todos os processos da organização, podendo sintetizar as áreas de produção, vendas/prestação de serviços, finanças, mineração e administração.

O engenheiro de produção é peça fundamental em indústrias e empresas de quase todos os setores. Ele gerencia os recursos humanos, financeiros e materiais de uma empresa, com o objetivo de aumentar sua produtividade e rentabilidade. Sua formação associa conhecimento de engenharia a técnicas de administração e fundamentos de economia e engenharia, preparando-o para adotar procedimentos e métodos que racionalizam o trabalho, aperfeiçoam técnicas de produção e ordenam as atividades financeiras, logísticas e comerciais de uma organização. Define a melhor forma de integrar mão de obra, equipamentos e matéria-prima, a fim de avançar na qualidade e aumentar a produtividade. Por atuar como elo entre os setores técnicos e administrativos, seu campo de trabalho ultrapassa os limites da indústria.

O especialista em economia empresarial, por exemplo, costuma ser contratado por bancos para montar carteiras de investimentos. Este profissional é requisitado, também, por empresas prestadoras de serviços para definir funções e planejar escalas de trabalho. Há diversos cursos que permitem ingressar nesta carreira como tecnólogo.

O curso de Engenharia de Produção da Faculdade Ideal capacita o profissional a identificar, formular e solucionar problemas ligados às atividades de projeto, operação e gerenciamento do trabalho e de sistemas de produção de bens e/ou serviços, considerando seus aspectos humanos, econômicos, sociais e ambientais, com visão ética e humanística, em atendimento às demandas da sociedade. O curso está de acordo com a ABEPRO (Associação Brasileira de Engenharia de Produção) e forma um engenheiro capaz de atuar em diferentes campos industriais e de serviços.

O curso ora proposto foi estruturado de forma que atenda a Legislação Educacional Brasileira em vigor e as Diretrizes Curriculares Nacionais para os cursos de graduação, materializadas no Parecer CNE/CES nº 1.362/2001; Resolução CNE/CES nº 11 de 11 de março de 2002 e Resolução CNE/CES n° 2 de 18 de junho de 2007.

Mercado de Trabalho

O Curso de Engenharia de Produção forma profissionais que atuam em  projeto, modelagem, implantação, operação, manutenção e a melhoria de sistemas produtivos, integrando bens e serviços que envolvem recursos humanos, financeiros e materiais, assim como tecnologia, informação e energia. O engenheiro de produção une conhecimentos de administração, economia e engenharia para racionalizar o trabalho, aperfeiçoar técnicas de produção e ordenar as atividades financeiras, logísticas e comerciais de uma organização.

O engenheiro de produção define a melhor forma de integrar mão de obra, equipamentos e matérias-primas, a fim de avançar na qualidade e aumentar a produtividade. O egresso de Engenharia de Produção atua nos setores produtivos da região, do país e de um mundo cada vez mais globalizado, atuando em sistemas agroindustriais ou em atividades ligadas à prestação de serviços. Esse profissional também estará apto a trabalhar em Engenharia de Operações e Processos da Produção, Mineração, Logística, Pesquisa Operacional, Engenharia de Qualidade, Engenharia do Produto, Engenharia Organizacional, Engenharia Econômica, Engenharia do Trabalho, Engenharia da Sustentabilidade, Educação em Engenharia de Produção.

Este é um profissional generalista, com conhecimentos de toda a cadeia produtiva. Por isso, tem um vasto campo de trabalho. Ele é procurado não apenas pela indústria, mas também por empresas prestadoras de serviço, lojas de varejo, setor de turismo, tecnologia da informação, telecomunicação e saúde. Estão aquecidas as áreas de produção na indústria de bens de consumo e de logística em empresas de diversos setores. Bancos e corretoras também absorvem o profissional para atuar como analista de investimentos.

Objetivo Geral

O objetivo do curso de Engenharia de Produção consiste em capacitar os seus alunos para atuar em diferentes áreas da engenharia de produção, dotando dos conhecimentos requeridos para o exercício das respectivas competências e habilidades, desenvolvendo uma sólida formação básica, aliadas aos conhecimentos específicos para idealizar, planejar, implantar e controlar processos produtivos, valorizando uma formação cuja base se apoie em valores éticos, humanos e de responsabilidade social, em consonância aos imperativos do mercado internacional economicamente competitivo. Os objetivos são traduzidos pelo projeto pedagógico do curso e suas atividades formativas.

Objetivos Específicos 

Para que se possa eficazmente alcançar o objetivo geral descrito há que se determinarem outros que o viabilizem, conforme segue:

  • Formar profissionais com visão global, crítica e humanística para a inserção em setores profissionais, aptos a tomarem decisões em um mundo diversificado, interdependente que participem no desenvolvimento da sociedade brasileira;
  • Incentivar a investigação científica, buscando o desenvolvimento da ciência tecnológica bem como à difusão da cultura e, desse modo, desenvolver o entendimento do homem e do meio em que vive;
  • Desenvolver atividades que visem e elaboração de produtos e processos ou de projetos interdisciplinares com os diferentes ramos das ciências;
  • Capacitar profissionais a supervisionarem e monitorarem os diferentes compartimentos do meio ambiente produtivo, propondo soluções;
  • Promover a integração homem-natureza como componente de um mesmo sistema. Estimular a adoção dos princípios da sustentabilidade em todas as propostas e ações;
  • Gerar o desejo permanente de aperfeiçoamento profissional continuado, integrando os conhecimentos adquiridos de forma crítica e criativa.
  • Fornecer aos alunos uma sólida bagagem de conhecimentos básicos construindo o núcleo comum.
  • Oferecer um currículo moderno com noções de economia, administração, legislação, normalização e controle do meio ambiente, entre outros, capacitando assim, o engenheiro a um trabalho interdisciplinar.
  • Estimular a criação de empresas de prestação de serviços na área industrial, apostando na tecnologia agregada aos produtos e no domínio do conhecimento, através do emprego de metodologias eficientes para a otimização dos sistemas de produção.
  • Possibilitar a melhoria da qualidade da produção industrial, reduzindo o desperdício e, consequentemente, colocando no mercado produtos mais competitivos;

Perfil Profissional

O perfil do egresso do Curso de Engenharia de Produção da Faculdade Ideal de Alto Horizonte esta baseado nas atribuições previstas pelo sistema CONFEA/CREA e atende ao que reza a artigo 3º da Resolução CNE/CES nº 11/2002 e a Resolução CNE/CES n° 2/2007, “engenheiro, com formação generalista, humanista, crítica e reflexiva, capacitado a absorver e desenvolver novas tecnologias, estimulando a sua atuação crítica e criativa na identificação e resolução de problemas, considerando seus aspectos políticos, econômicos, sociais, ambientais e culturais, com visão ética e humanística, em atendimento às demandas da sociedade”.

O curso, busca ainda estar em consonância com as posições da ABEPRO (Associação Brasileira de Engenharia de Produção), que destaca o perfil do profissional para o curso de Engenharia de Produção como sendo “um profissional, de sólida formação científica e geral, com capacidade de identificar, formular e solucionar problemas ligados às atividades de projeto, operação e gerenciamento do trabalho e de sistemas de produção de bens e/ou serviços, considerando seus aspectos humanos, econômicos, sociais e ambientais, com visão ética e humanística, em atendimento às demandas da sociedade”.

O curso visa proporcionar competências em todos os campos de atuação do conhecimento sugeridos pela ABEPRO (Associação Brasileira de Engenharia de Produção) para o engenheiro de produção, com destaque para as seguintes:

  • Capacidade de dimensionar e integrar recursos físicos, humanos e financeiros a fim de produzir, com eficiência e ao menor custo, considerando a possibilidade de melhorias contínuas; competência desenvolvida em disciplinas associadas à diversas áreas da Engenharia de produção;
  • Capacidade de planejar e gerenciar sistemas produtivos, competência desenvolvida em disciplinas associadas à área de Engenharia dos Processos Físicos de Produção;
  • Capacidade de planejar e gerenciar sistemas de qualidade, incorporando conceitos e técnicas da qualidade em todo o sistema produtivo, tanto nos seus aspectos tecnológicos quanto organizacionais, aprimorando produtos e processos, e produzindo normas e procedimentos de controle e auditoria, competência desenvolvida em disciplinas associadas à área de Engenharia da Qualidade;
  • Capacidade de planejar e gerenciar a saúde, segurança e organização do trabalho, competência desenvolvida em disciplinas associadas à área de Ergonomia;
  • Capacidade de utilizar ferramental matemático e estatístico para modelar sistemas de produção e auxiliar na tomada de decisões, competência desenvolvida em disciplinas associadas à área de Pesquisa Operacional e Engenharia da Qualidade;
  • Capacidade de planejar, gerenciar e melhorar aspectos organizacionais através do desenvolvimento de estratégias empresariais de médios e longos prazos, através da previsão da evolução dos cenários produtivos, percebendo a interação entre as organizações e os seus impactos sobre a competitividade, competência desenvolvida em disciplinas associadas às áreas de Engenharia Organizacional;
  • Capacidade de planejar e gerenciar economicamente sistemas produtivos através da gestão de custos e gestão econômica, de investimentos e de riscos, competência desenvolvida em disciplinas associadas à área de Engenharia Econômica;
  • Capacidade projetar, implementar e aperfeiçoar sistemas, produtos e processos, levando em consideração os limites e as características das comunidades envolvidas competência desenvolvida em disciplinas associadas às áreas de Engenharia Organizacional e Engenharia dos Processos Físicos de Produção;
  • Capacidade de planejar, gerenciar e melhorar organizações com base na gestão da informação e utilização de tecnologias adequadas, competência desenvolvida em disciplinas associadas às áreas de Engenharia Organizacional;
  • Capacidade de compreender a inter-relação dos sistemas de produção com o meio ambiente, tanto no que se refere à utilização dos recursos escassos quanto à disposição final dos resíduos e rejeitos, atento a sustentabilidade, competência desenvolvida em disciplinas associadas à área de Engenharia dos Processos Físicos de Produção.

As competências descritas acima tem correspondência direta com as seis campos de atuação e sub-campos de atuação sugeridos pela ABEPRO, a saber:

  • Engenharia dos Processos Físicos de Produção (Métodos e Processos de Produção, Planejamento e Controle de Produção; Logística da Cadeia de Suprimentos; Projeto de instalações Industriais;
  • Planejamento e Controle do Produto; Sistemas de Gestão dos Recursos Naturais; Engenharia da Qualidade (Controle Estatístico, Organização Metrológica, Normalização, Certificação de Qualidade, Confiabilidade de Processos e Produtos);
  • Ergonomia (Ergonomia e Biomecânica, Projeto e Organização do Trabalho e Gestão de Riscos e acidentes);
  • Pesquisa Operacional (Modelagem; Simulação e otimização; Modelos estocásticos de decisão e análise);
  • Engenharia Organizacional (Projeto do Produto e da Inovação Tecnológica, Gestão da Informação, Gestão Estratégica e Organizacional, Redes de Empresas e Gestão de Projetos);
  • Engenharia Econômica (Gestão Econômica e de Investimentos e de Riscos e Gestão de Custos).

Nesse sentido ressalta-se que o acadêmico obterá as competências por meios das disciplinas e as atividades curriculares complementares desenvolvidas ao longo do curso. Desta maneira o perfil do egresso do curso de Engenharia de Produção da Faculdade Ideal de Alto Horizonte busca também o desenvolvimento de três habilidades: a compreensão, a ação e a comunicação.

  • A compreensão: significando uma sólida base em ciências e engenharia que permitirá ao Engenheiro de Produção a análise e compreensão dos problemas ligados ao setor de produção;
  • A ação: como engenheiro de execução de planos e iniciativas que conduzam à melhoria da qualidade de vida através do desenvolvimento de processos, projetos e gestão de sistemas produtivos, tarefas que poderá realizar de forma independente ou em conjunto com profissionais de outras engenharias ou áreas de conhecimento, e
  • A comunicação: com o desenvolvimento de habilidades de análise e implementação de soluções, o Engenheiro de Produção saberá transmitir a importância e as vantagens da aplicação dos conhecimentos para a melhoria da qualidade de vida.

Público Alvo

Concluintes do Ensino Médio ou EJA, que tenham interesse em ser um profissional qualificado para atuar na área da Engenharia de Produção, na gerencia recursos humanos, financeiros e materiais, visando sempre o aumento da produtividade de uma empresa. Tem como base os conhecimentos específicos e as habilidade associadas às ciências físicas, matemáticas e sociais.

Prof. Me Flávio Picana Lemos

Contato

E-mail: coordadm@unideal.edu.br
Telefone: (62) 3383-3006    Ramal:
Mine Currículo:

Mestre em Administração pela Universidade de Brasília – UnB (1999). Especialista em Gestão Logística pela Sociedade de Ensino Superior de Patos de Minas – SESPA (2014). Graduado em Administração pelo Centro Universitário do Distrito Federal – UDF (1982). Coordenador do Curso de Administração da Faculdade Projeção de Sobradinho – FAPRO (2010-2011). Coordenador do Curso de Administração do Centro Universitário de Desenvolvimento do Centro-Oeste – UNIDESC (2009). Coordenador do Curso de Administração de no Centro Universitário de Brasília – UniCEUB (2001 a 2007). Professor e Coordenador do Curso de Administração Hospitalar do Instituto de Ciências Sociais Aplicadas – UNEB (1989 a 1991). Professor do Curso de Administração da Universidade Federal Mato Grosso do Sul – UFMS (1994 a 1996). Professor do Curso de Administração na Universidade de Brasília – UnB (1996 a 2001). Vinte e dois anos de experiência como docente em Programas de Graduação e Pós-Graduação. Dez anos de experiência em Coordenação de Cursos Superiores e Chefia de Departamento de Administração. Microempresário no setor de produção, comércio e distribuição de calçados.

Currículo Lattes: http://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.do?id=K4227258T5

Em breve estaremos colocando os nomes dos docentes.


Ano: Descrição: Anexo:

INFRAESTRUTURA FÍSICA E INSTALAÇÕES ACADÊMICAS

As atividades da Faculdade Ideal de Alto Horizonte serão desenvolvidas na Av. Osmar Rosa da Silva, Esq. Com Rua Belém – Lotes 01 a 09, Quadra 04, nº 04, no município de Alto Horizonte – GO. Numa área de aproximadamente 14.300,00 metros quadrados. Todas as dependências necessárias para a implementação dos cursos constantes estarão devidamente mobiliadas e equipadas nos blocos A, B, C. O espaço pedagógico da Faculdade é compartilhado com a escola Municipal Educação Professor Divino Bernardo Gomes.

instalacoes-de-alto-horizonte

LABORATÓRIO DE INFORMÁTICA

A faculdade dispõe de um laboratório de informática com 40 (quarenta computadores), e um quadro interativo para ensino e manuseio de programas e aplicativos de todos os cursos. A fim de dar suporte aos cursos, os alunos terão acesso aos Laboratórios de Informática, dotados de Microcomputadores, Impressoras, Scanners, com os quais os alunos irão se familiarizar no trato das questões inerentes à sua profissão e garantir o bom desenvolvimento das atividades acadêmicas. O pessoal técnico realizará procedimentos para conservação dos equipamentos, manutenção preventiva, corretiva e de emergência, incluindo:

  • Substituição de peças de equipamentos em condições de uso;
  • Reformas de instalações e equipamentos de forma a minimizar a probabilidade da ocorrência de incidentes e interrupções nas rotinas de trabalho;
  • Consertos e reformas necessárias.

A reposição de materiais de consumo será compatível com a demanda das atividades realizadas em cada período letivo. O planejamento da atualização tecnológica dos laboratórios prevê disponibilidade de recursos para revisão semestral das condições dos equipamentos nos períodos de férias e recesso escolar. O uso do laboratório é feito mediante reserva, conforme as normas de seu regulamento próprio.

Aplicativos do laboratório de informática

  • DOSVOX – Softwares de tecnologia Assistiva: Primeiro programa de leitura de tela feito no Brasil, o DOSVOX é um sistema destinado a auxiliar o deficiente visual a fazer uso do computador através de um aparelho sintetizador de voz. O sistema foi desenvolvido no Núcleo de Computação da Universidade Federal do Rio de Janeiro e vem sendo aperfeiçoado a cada nova versão por programadores deficientes visuais.
  • e-ISS: Sistema informatizado que visa a modernização da Gestão Tributária de ISS/ISSQN. O e-ISS foi desenvolvido de maneira a auxiliar o fiscal de ISS da Prefeitura, bem como interagir com o contribuinte de ISS e o tomador de serviços. Além de contar com ferramenta de fácil utilização. Este aplicativo poderá ser utilizado no curso de Ciências Contábeis, Tecnologia em Logística e Bacharel em Administração.
  • LINUX: Linux é um sistema operacional, programa responsável pelo funcionamento do computador, que faz a comunicação entre hardware (impressora, monitor, mouse, teclado) e software (aplicativos em geral). O conjunto de um kernel e demais programas responsáveis pela comunicação com este é o que denominamos sistema operacional. O kernel é o coração do Linux. Este aplicativo poderá ser utilizado por todos os cursos.
  • Software Estatístico R: R é uma linguagem e um ambiente de desenvolvimento integrado, para cálculos estatísticos e gráficos. Foi criada originalmente por Ross Ihaka e por Robert Gentleman no departamento de Estatística da universidade de Auckland, Nova Zelândia, e foi desenvolvido por um esforço colaborativo de pessoas em vários locais do mundo. Este aplicativo poderá ser utilizado por todos os cursos.
  • GLPK: O GNU Linear Programming Kit (GLPK) é um pacote de software destinado a resolver problemas em larga escala de programação linear (LP), de programação inteira mista (MIP), e outros problemas relacionados. É um conjunto de rotinas escritas em ANSI C e organizado na forma de uma biblioteca acessível. O pacote é parte do Projeto GNU e é distribuído sob a GNU General Public License. Este aplicativo poderá ser utilizado no curso de Engenharia de Produção e Tecnologia em Logística.
  • AutoCAD: O software AutoCAD é uma ferramenta poderosa de desenho de projeto 2D e 3D. Os recursos do software são para projetos e documentação, inclui uma interface moderna e atualizada que melhora o processo de projeto e os aprimoramentos de produtividade que agilizam o fluxo de trabalho. Abre rapidamente desenhos novos e existentes. Também o e software mais utilizado no campo da engenharia, arquitetura e design de produtos e a ferramenta mais completa de desenho técnico no mercado.
  • MS Project: É um aplicativo que faz parte da família Microsoft Office e é voltado para o gerenciamento dos mais variados tipos de projetos em empresas. O programa pode ser utilizado por gerentes ou outros responsáveis para desenvolver estratégias, atribuir responsabilidades, controlar orçamentos, prazos e o progresso de diferentes tarefas e aumentar a produtividade de equipes. O programa inclui ferramentas para ajudar a estipular prazos e metas, alocar recursos e, durante a implementação de projetos, ajudar a localizar fontes de problemas e projetar cenários para prever eventuais percalços. Integra-se ainda a outros programas da família Office como o Excel, Outlook e PowerPoint para aproveitar as suas ferramentas e dados e comunicá-los de forma precisa.

laboratorio-de-informatica

LABORATÓRIO MULTIUSO

O laboratório multiuso é um espaço pedagógico destinado a atividades diversas de todos os cursos da Faculdade Ideal de Alto Horizonte: Administração, Engenharia de Produção, Ciências Contábeis e Tecnologia Logística.

Para o curso de Engenharia de Produção sua finalidade esta voltada para atividades que favoreçam a aproximação entre a formação teórica e a formação prática do futuro engenheiro.  O multiuso foi projetado para atender conforme orientação da ABREPO o núcleo de conteúdos básicos como:

  • Expressão Gráfica: Práticas relacionadas com desenho à mão-livre, desenho geométrico, geometria descritiva e desenho técnico com a utilização de instrumentos de uso manual e computacional.
  • Cálculo Numérico: Práticas relacionadas à estruturação e implementação de algoritmos, em linguagem de programação, para a solução numérica de problemas de engenharia.
  • Física: Práticas relacionadas aos conteúdos de sistema de medição, cinemática, dinâmica, gravitação, eletrostática, eletromagnetismo, eletrodinâmica, óptica, ondas, termodinâmica.
  • Química: Práticas relacionadas aos conteúdos de propriedades da matéria, soluções, ligações químicas, físico-química, reações químicas, eletroquímica, equilíbrio químico, estequiometria.
  • Informática: Práticas relacionadas à estruturação de algoritmos, lógica e linguagens de programação, editoração de texto, planilhas, banco dados, gráficos e apresentações.
  • Ciência e Tecnologia dos Materiais: Práticas relacionadas com as propriedades dos materiais, ensaios destrutivos e não-destrutivos de materiais, micrografia e macrografia.
  • Fenômenos de Transporte: Práticas relacionadas com a mecânica dos fluidos, e transferência de calor e massa que permitam compreender os fenômenos naturais subjacentes aos princípios de funcionamento dos objetos de engenharia (equipamentos, máquinas e processos).

Alguns materiais e equipamentos demonstrativos foram adquiridos.  Os docentes do curso poderão utilizar alguns recursos na sala de aula ou laboratório de informática e orientar métodos e técnicas, feira de ciências ou diversas atividades práticas condicionadas à necessidade da disciplina. Para a utilização do laboratório poderá ser feita reserva na secretaria e a manutenção e uso de equipamentos específicos serão de responsabilidade do docente. A partir do primeiro semestre de 2016, serão adquiridos equipamentos específicos para a área de química, física e resistência de materiais.

Como prática de ensino o espaço se organiza para a promoção de atendimento destinado ao acadêmico que esteja realizando o estágio curricular. Esta ação será orientada pelos docentes do curso que poderão fornecer o empréstimo de material pedagógico confeccionado no laboratório, bem projetos práticos e oficinas que empreguem conteúdos específicos do curso  como uso de equipamentos, métodos e técnicas, feira de ciências ou diversas atividades práticas condicionadas à necessidade da disciplina.

Autorizado pela Portaria nº 353 de 05/08/2016 e publicado no D.O.U de 06/08/2016.


Descrição: Anexo:
 
 
 


REDES SOCIAIS

   


Nossas Unidades


Unidade Planaltina-DF
Departamento de Controle Acadêmico - DCA
(61) 3388-0809
(61) 99861-8800
atendimento@unideal.edu.br
Av. Independência – SCC Quadra 01
Bloco C - Edifício Plaza
Planaltina-DF, CEP:73310-303

Unidade Alto Horizonte - GO
Departamento de Controle Acadêmico - DCA
(62) 3383-3006
(62) 98221-3099
atendimento@unideal.edu.br
Avenida Osmar Rosa da Silva,
esq. c/ Rua Belém, Setor Sul
Alto Horizonte-GO, CEP: 76560-000

Faculdade Ideal – Unideal | Ideal é ter você!
2018 - Todos os direitos reservados.
Voltar ao topo